Últimas Notícias

Recentes
Resenhas
TERROR

“O Cemitério”, de Stephen King, é de fazer qualquer um ter pesadelos. Saiba mais!

News
Recentes

Aleph divulga capa de “A Última Colônia”, de John Scalzi

News
Recentes

Conheça “Vilão”, uma história sobre inveja, desejo e superpoderes!

Livraria Martins Fontes

[Resenha] Mistérios Noturnos – J.R. Ward,Sherrilyn Kenyon,Susan Squires,Dianna Love

Publicado em 15 jan, 2013

Mistérios Noturnos – J.R. Ward,Sherrilyn Kenyon,Susan Squires,Dianna Love
Editora: Universo dos Livros
ISBN: 9788579303296
Ano: 2012
Páginas: 416
Página do livro no Skoob
Classificação: 

“Mistérios Noturnos” reúne contos das quatro maiores autoras do romance erótico contemporâneo. Quem é fã da Irmandade da Adaga Negra não pode perder essas histórias de paixões arrebatadoras e criaturas fantásticas. Em um só livro, Sherrilyn Kenyon, J. R. Ward, Susan Squires e Dianna Love revelam aventuras eletrizantes. Vampiros apaixonados que lutam pela sobrevivência da espécie, bruxas sensuais e perigosas e um clã de lobisomens para lá de especial surpreendem a cada virada de página. Uma coletânea irresistível! “Ele segurou os punhos de Claire com uma mão, afastou os cabelos dela para trás e colocou novamente a boca sobre sua garganta. Com a língua, acariciou-lhe a pele. E voltou a acariciá-la outra vez. E outra vez.” (J.R.Ward)

Resenha: 
Finalmente encontrei um tempo para ler “Mistérios Noturnos” e minhas suspeitas estavam corretas. O livro é composto por quatro contos e como um todo, é realmente muito bom! Como são relativamente curtos, resolvi comentar a fundo, apenas um.

O primeiro conto do livro é de J.R. Ward, famosa autora de romances sobrenaturais, vocês devem conhece-la da consagrada série vampiresca “A Irmandade da Adaga Negra”. Não havia lido nada escrito por ela, e minha primeira impressão foi feliz. Em “História Familiar”, temos Claire Stroughton, uma advogada  viciado em trabalho. Podem imaginar uma mulher moderna que não tem marido, noivo, namorado e muito menos pretendentes, não que ela não seja atraente mas sua última relação sexual foi há um ano. Ela apenas não se vê casada com filhos, não agora, o Natal, Dia dos Namorados ou o dia das Mães são apenas datas no calendário e ela não tem problema algum com isso. Pronto, sentiram o clima da Claire?

Após duas negociações por telefone, ela se vê obrigada a visitar a Senhora Leeds, para mais uma mudança em seu testamento, dessa vez pessoalmente. E é nesse ponto que ocorre a primeira reviravolta da estória. A mansão dos Leeds é um tanto que afastada… Ninguém sabe onde ela está indo, ninguém notará se ela não for ao trabalho após três dias de feriado… Não darei mais detalhes.

“Uma mulher humana que pensou que nunca se casaria e teria uma família porque era muito dura para esse tipo de coisa. Um vampiro que era, ao mesmo tempo dócil e feroz… e que tinha vivido em uma masmorra durante cinquenta anos.” Trecho do livro, pág. 105.

O que me surpreendeu nesse conto foi a pitada erótica. Não sei se pitada é o termo certo, pois são páginas e páginas da mais pura luxúria. Claire e Michael, o vampiro, vão deixar qualquer leitor molhado. Não sei se devo comentar esse tipo de reação numa resenha, se estão ofendidos me deixem comentários. Mas é sério, pessoal. “Devasso” define esse conto.Claro que dentro de certos limites mas é bem legal.

A única coisa que me incomodou foi a forma que algumas passagens foram escritas, senti que alguns momentos aconteceram tão ligeiramente que achei até absurdo. A autora deveria ter explorado mais, e de certa forma ficou um pouco artificial, sem explicação. Estou me referindo aos últimos capítulos, apesar de um desfecho bem interessante, esse ponto final chegou muito depressa. Sim, eu sei que é um conto, pessoal.

Nos demais contos encontraremos mais relacionamentos sobrenaturais. Magos,vampiros, fantasmas. Recomendo, me vi entretido nas narrações.

Leia mais de 4 milhões de livros no seu e-book. Os melhores e-books do mundo estão aqui

Recomendados para você

Deixe seu comentário

3 Comentários

  • GonçalvesSue
    07 fevereiro, 2014

    Rsrsr adorei sua resenha mesmo, a parte do nos deixa molhados foi ótima. Não esquenta não é nada de mais. Nunca tinha lido nada sobre esse livro, mas sua resenha me conquistou, estou acostumada a ler romances bem picantes. E também li uma série sobre sobrenaturais diferentes, que se apaixonavam, e as cenas de intimidade eram bem fortes.. E esse já esta na minha lista. 🙂

  • Anônimo
    03 fevereiro, 2013

    UHUU: um hot sobrenatural 😉

    Ganhou-me na capa e quando li a resenha…Tá na listinha já hehe

  • Chrysthie Audi
    28 janeiro, 2013

    Definitivamente romances hot não são minha praia, portanto acredito que eu não vá gostar desse…

    Bjs