Últimas Notícias

News
Recentes

Editora Galera Record lança box de livros LGBT intitulado de “Kit Gay”

News
Recentes

Com Sandra Bullock, adaptação de “Caixa de Pássaros” chega à Netflix

News
Recentes

Darkside Books e Marvel lançam “N”, de Stephen King

americanas.com

[Resenha] Trocada – Amanda Hocking

Publicado em 08 mar, 2013

Trocada – Amanda Hocking
Editora: Rocco
ISBN: 9788579801341
Ano: 2013
Páginas: 320
Página do livro no Skoob
Classificação: 

 Quando Wendy Everly tinha seis anos, sua mãe foi convencida de que ela era um monstro e tentou matá-la. Onze anos mais tarde, Wendy descobre que sua mãe poderia estar certa. Ela não é a pessoa que ela sempre acreditou ser, e toda a sua vida começa a ser desvendada. Tudo por causa de Finn Holmes. Finn é um cara misterioso e parece estar sempre olhando para ela. Cada encontro deixa Wendy profundamente abalada. Mas não é muito antes de ele revela a verdade: Wendy é uma changeling que foi trocada ao nascer e ele veio para levá-la de volta para casa. Agora Wendy sobre a viagem a um mundo mágico que ela nunca soube que existia, um que é ao mesmo tempo bela e assustadora. E onde ela deve deixar sua antiga vida para trás para descobrir qual será o seu destino.

Resenha:
“Trocada” será lançado em breve pela Editora Rocco. O Omd recebeu um exemplar do livro exclusivo para dar o ar de sua graça sobre o mais novo fenômeno que vem sendo comparado a saga Crepúsculo e O Diário da Princesa.

Não pude deixar de concordar com a comparação com a saga Crepúsculo, não sou fã e nem cheguei a ler todos os livros da Meyer mas percebi semelhanças na escrita das autoras, mais relacionado a ritmo mesmo, do que a estória em sí. O tema abordado logo de início é relacionamentos familiares, após onze anos as cicatrizes do dia que sua mãe tentou mata-la ainda teimam em doer, e não me refiro a cicatrizes físicas. Com apenas seis anos Wendy foi quase morta por sua mãe, que após esse incidente foi internada onde se encontra até hoje.

Wendy é mais uma adolescente deslocada e sem amigos, ela sente que não se encaixa em nada que faz. Mora com seu irmão Matt e sua tia Maggie, ambos tem pouca aparição no enredo mas são ótimos personagens e me emocionaram. Wendy cultiva a habilidade da persuasão, ela consegue convencer qualquer um a fazer qualquer coisa apenas com a vontade de seu pensamento. Que poder, hein?

As coisas mudam quando Finn surge em seu colégio. Estranho e enigmático eles irão juntos ao baile e a partir daí, Wendy verá sua vida ser mudada de uma forma inimaginável. Finn é mais que um aluno, é um rastreador e veio em sua procura. Ela fugirá de casa com Finn se quiser continuar viva. Sua mãe na verdade não é sua mãe biológica, e esse ódio cultivado por ela é resultado de uma troca, Wendy foi trocada ao nascer, ela é uma changeling, uma troll, uma TRYLLE, seu lugar não é com essa família atual, ela deve partir para seu próprio reino, onde encontrará um verdadeiro lar e descobrirá sua real natureza.

Tenho muitas observações a fazer sobre essa estória. A mãe de Wendy sempre soube que ela não era sua filha, era para ter nascido um menino e não uma menina, os anos se passaram até que ela perdeu o controle, ela sabia o que Wendy era. Ela suspeitava que sua família corria perigo e tentou matar sua falsa filha. Eu juro que entendo esse lado, meio radical a atitude mas em fim. Quando Wendy é levada para o seu reino e começa o momento descoberta da trama, as páginas passam rapidamente, é incrível e me vi encantado. Rhys, Willa e Finn são personagens cativantes, já a própria Wendy fica devendo em personalidade. As coisas ao seu redor acontecem sem ela ter muito acesso a informações e isso me irritou bastante. A falta de coragem em impor explicações e respostas.

Wendy vai conhecer sua mãe verdadeira e um mundo com suas próprias hierarquias. Tem romance e momentos tensos, termos próprios desse mundo novo são o mais legal. Quando vocês lerem e descobrirem todo o esquema por trás dessa troca de bebês ao nascerem, se preparem para terem ódio e ficaram pasmos. Recomendadíssimo! Ansioso por essa série.

“Wendy é uma anti-herói falha, o que ajuda a diferenciá-la da multidão de heroínas dos romances sobrenaturais, e o potencial de desenvolvimento, tão dramático quando romântico, deixa os leitores ansiosos para o próximo capítulo da trilogia Trylle.” Booklist

WalmartBR

Recomendados para você

Deixe seu comentário

15 Comentários

  • GonçalvesSue
    05 fevereiro, 2014

    Adoro histórias que os personagens tem grandes poderes, apesar de ter lindo a coleção do crepúsculo, falando sério não suportava a protagonista Bella. Amei a capa da trocada, mas o enrendo não me chamou a atenção para ler, sua resenha ta muito boa, mas o livro não me encheu os olhos..

  • Maria Clara
    17 dezembro, 2013

    ESTOU ENCANTADA! PRECISO :]

  • Leitura extrema
    05 julho, 2013

    não gosto muito de livros assim :/

  • Gabrielle
    23 junho, 2013

    Que capa linda! Muito bem feita, a história parece ser ótima também!

  • Ivi Campos
    22 abril, 2013

    Uma história que se assemelha com a saga crespuculo pode atrair como afastar para todo sempre amém. No meu caso afasta… Imagino a protagonista naquela mesma linha de insegura, tímida e bla bla bla… parece até linha de produção: Viu uma, viu todas.

  • Clara Beatriz
    31 março, 2013

    Adoro essa autora! Estou com muitas expectativas em relação a este livro, espero que quando lê-lo ele me agrade.

  • Karolyne K.
    30 março, 2013

    Amo livros sobrenaturais =) Vou ler com certeza.
    Desde quando vi a notícia que o livro seria lançado aqui, fiquei mega curiosa. =)

  • rangel lobo
    29 março, 2013

    Fiquei curioso para saber mais sobre a Wendy, ela deve ser de uma família bem ruim, para sua "mãe" querer matá-la, só pode! achei o enredo parecido com crepúsculo mesmo só conhecendo pelos filmes, e fico feliz por ser comparado com duas séries brilhantes!! e claro a estória não perde sua originalidade!! O livro é desse ano e fiquei desejando ao ler o post.valeu!

  • Pamela Marloch
    21 março, 2013

    Pena ser sobrenatural… não leio livro assim, mas o enredo é muito bom…

    http://milleguas.blogspot.com

  • Leila
    13 março, 2013

    Adorei a capa. Mesmo se a história não for muito boa, a capa já vale uma tentativa de leitura.

    http://www.meuslivrosesonhos.blogspot.com.br

  • camila rezende
    10 março, 2013

    Estou muito curiosa para ler essa trilogia.
    Gostei ds resenha e assim que possivel vou ler o livro.

  • lais
    09 março, 2013

    Curiosa pra saber o porque da troca das crianças, e onde foi parar a outra criança!! Parece ser interessante

  • Priscila Pires
    09 março, 2013

    Me interessei muito pelo enredo, mas o fato de assemelhar com os livros de Meyer não me animou, não gostei do estilo de escrita dela.

  • Hudson Rodrigo
    09 março, 2013

    ta, se assemelha a crepusculo, isso me da uma raiva, por que parece que de repente todo mundo quer ganhar dinheiro com o sucesso dessa saga, a historia parece ser boa, e tem ate uns lances que parecem ser legais, mais se a leitura for tão chata e monotona como crepusculo… acho que nem vale a pena

  • Pedro_Almada
    09 março, 2013

    diga aí, mais novo parça!
    Realmente, sua visão sobre o livro me fez pensar muito em Crepúsculo. Eu li os quatro livrose posso dizer que a saga de Meyer é basicamente isso: protagonistas sem muito destaque, quem cativa mais são os coadjuvantes da trama rs
    Embora eu não goste de Crepúsculo, achei essa história bem mais interessante, mas pra mim o enredo tá bem saturado: um protagonista que não se encaixa, um passado sobrenatural, um mocinho misterioso para conquistar o coração das leitoras. Pra mim essa abordagem tá meio defasada, seria bacana se tentassem modificar isso um pouco mais.
    Mas vou confessar, quando li "ela deve partir para seu novo reino", fiquei curioso. Curto muito esse universo fantástico, seria interessante ver como a autora trabalhou isso.

    Mas chega de comparar as novas obras pelas estórias que compõem esse mundo de romances sobrenaturais. Quem sabe eu não procuro ler esse livro, só pra saber se é bacana? =)

    ótima resenha!

    Pedro Almada
    http://inspirados-oandarilhodotempo.blogspot.com.br