Últimas Notícias

News
Recentes

Carol Teles lança spin-off gratuito de A Mais Bela Melodia na Amazon!

News
Recentes

Adaptação de Dumplin’ ganha trilhada sonora com Sia e Dolly Parton

News
Recentes

Vox é distopia sobre mulheres silenciadas e feminismo. Conheça!

Livraria Cultura - Clique aqui e conheça nossos produtos!

Chic-lit, dons e representatividade

Publicado em 12 out, 2014

Quando vi que outro título da Sarra Maning ia ser publicado no Brasil dei pulos de felicidade. Me apaixonei completamente por sua escrita em Os Adoráveis, e não vejo a hora de ler Onde deixarei meu coração. Enquanto a Garoto encontra garoto, bem… David Levithan é David Levithan. Após Todo dia, estou lendo até lista de supermercado dele. A menina que tinha dons tem uma capa maravilhosa, adoro silhuetas. O currículo do autor me convenceu a lê-lo. E, ah, o livro é publicado pelo novo selo da Rocco!

  

A menina que tinha dons – M.R. Carey [SKOOB]
Cultuado autor de quadrinhos e roteiros da Marvel e da DC Comics, entre eles algumas das mais elogiadas histórias de X-Men e O Quarteto Fantástico, o britânico M. R. Carey apresenta uma trama original e emocionante em sua estreia como romancista com A menina que tinha dons, lançamento do selo Fábrica231. Aclamado pela crítica, o livro se tornou um bestseller imediato na Grã-Bretanha e nos Estados Unidos ao contar a história de Melanie, uma menina superdotada que faz parte de um grupo de crianças portadoras de um vírus que se espalhou pela Terra e que são a única esperança de reverter os efeitos dessa terrível praga sobre a humanidade. Uma comovente história sobre amor, perda e companheirismo encenada num futuro distópico.

Onde deixarei meu coração – Sarra Manning [SKOOB]
Simples, careta e sem graça. É assim que Bea se vê. Então quando a super descolada Ruby e seu bando de populares passam a se interessar por sua opinião, isso só pode ser uma pegadinha. Certo? Pelo menos é assim que sempre acontece nos filmes… Mas o convite para passarem as férias em Málaga parece pra valer. E com um bônus: Bea pode se afastar da mãe irritante e controladora. No entanto, depois de apenas 48 horas na Espanha, Bea se flagra mudando o itinerário. A menina decide visitar Paris para encontrar o pai que nunca conheceu. Afinal, a cidade luz pode emprestar um pouco de clareza a um período nebuloso de sua vida familiar. No caminho, ela conhece Toph, um estudante americano mochilando pela Europa. Enquanto procuram pelo pai dela nos cafés e boulevards de Paris, ela perde a cabeça em vez disso. Será que Bea é a garota de Toph ou a boa menina que sua mãe espera que ela seja? Ou será esse o verão mágico em que Bea finalmente torna-se dona do próprio nariz?

Garoto encontra garoto – David Levithan [SKOOB]
Nesta mais que uma comédia romântica, Paul estuda em uma escola nada convencional. Líderes de torcida andam de moto, a rainha do baile é uma quarterback drag-queen, e a aliança entre gays e héteros ajudou os garotos héteros a aprenderem a dançar. Paul conhece Noah, o cara dos seus sonhos, mas estraga tudo de forma espetacular. E agora precisa vencer alguns desafios antes de reconquistá-lo: ajudar seu melhor amigo a lidar com os pais ultrarreligiosos que desaprovam sua orientação sexual, lidar com o fato de a sua melhor amiga estar namorando o maior babaca da escola… E, enfim, acreditar no amor o bastante para recuperar Noah!

Quem está comigo na cobiça?
Leia mais de 4 milhões de livros no seu e-book. Os melhores e-books do mundo estão aqui

Nenhum post relacionado a esse

Deixe seu comentário