Últimas Notícias

News
Recentes

Em entrevista ao OMD, Silva declara amor por Maceió e promete show afetuoso no Teatro Deodoro

News
Recentes

Depois de O Livro dos Ressignificados, Coração Granada é o novo livro do @akapoeta

News
Recentes

Separamos cinco HQs da Nemo que você precisa ter na estante!

Livraria Cultura - Clique aqui e conheça nossos produtos!

[Resenha] A Elite – Kiera Cass

Publicado em 14 out, 2013

A Elite – Kiera Cass
Editora: Seguinte
ISBN: 9788565765121
Ano: 2013
Páginas: 360
Classificação: 
Página do livro no Skoob

A Seleção começou com 35 garotas. Agora restam apenas seis, e a competição para ganhar o coração do príncipe Maxon está acirrada como nunca. Só uma se casará com o príncipe Maxon e será coroada princesa de Illéa. Quanto mais America se aproxima da coroa, mais se sente confusa. Os momentos que passa com Maxon parecem um conto de fadas. Quando ela está com Maxon, é arrebatada por esse novo romance de tirar o fôlego, e não consegue se imaginar com mais ninguém. Mas sempre que vê seu ex-namorado Aspen no palácio, trabalhando como guarda e se esforçando para protegê-la, ela sente que é nele que está o seu conforto, dominada pelas memórias da vida que eles planejavam ter juntos. America precisa de mais tempo. Mas, enquanto ela está às voltas com o seu futuro, perdida em sua indecisão, o resto da Elite sabe exatamente o que quer — e ela está prestes a perder sua chance de escolher. E justo quando America tem certeza de que fez sua escolha, uma perda devastadora faz com que suas dúvidas retornem.

Resenha:
O segundo volume de qualquer série é um ponto bastante crítico que costumo considerar, é ele que define se a estória tem lugar definido em meu coração/estante ou não. Kiera Cass garantiu um espaço quentinho no meu e vou explicar o por quê. Sua escrita amadureceu, nada muito gritante mas podemos perceber certos detalhes que deixaram o enredo mais forte. A essência leve e gostosa continua a mesma, é impossível largar até termina-lo com esse ritmo tão fluido. A cereja do bolo são surpresas chocantes que deram um toque maravilhoso a leitura, fugindo um pouco da área de conforto de A Seleção. Seis meninas aspirantes a princesa fazem parte da Elite agora, a segunda etapa da competição. Elas terão que agradar o público, o rei e claro, conquistar o coração do Príncipe Maxon. Através de debates na Tv, realizações de tarefas especiais, recepção de convidados importantes, aulas de etiquetas e momentos a sós com o príncipe, cada uma dará o melhor, e o pior, de si para sobressair-se as demais.

A dúvida de America persiste e não satisfeita em confundir-se, ela está decidida a nos deixar levar por sua indecisão. Maxon ou Aspen? Suas atitudes no decorrer do enredo se mostram egoístas, ela não toma partido algum e mantêm um “relacionamento” com ambos. Para Maxon é simples oferecer do bom e do melhor para America, ele tem muitos recursos a sua disposição. Por outro lado, Aspen utiliza de ninharias para mantê-los conectados. É injusto. A autora fez questão de mostrar o quão cada um é digno de escolha. Me encontro simplesmente neutro em relação a isso, não consigo julgar e espero que America acerte no final.
“Antes, a Seleção parecia se resumir a uma escolha: Maxon ou Aspen. E como se meu coração conseguisse escolher facilmente, ela acabou se desdobrando em tantas outras coisas… Eu era uma Cinco ou uma Três? Ao final de tudo isso, seria uma Dois ou uma Um? Viveria o resto dos meus dias como esposa de um soldado ou de um rei?” Trecho da página 238.

Celeste continua ultrapassando os limites do bom senso e permanecendo impune, vamos entender que a própria competição está fundamentada em interesses políticos e a influência da cada garota deve ser levada em consideração sobre esse aspecto. O rei espera o fracasso de America e ela não anda nas graças do público.  Diante de tudo isso, fica difícil para nossa protagonista se sentir preparada para ser princesa e todas as responsabilidades que isso engloba. A pressão será constante nas páginas de A Elite.

Os ataques rebeldes ao palácio continuam frequentes e violentos, o diferencial é o quê de mistério sobre determinado acontecimento envolvendo America…  Há segredos que envolvem Ilhéa e a forma como o sistema funciona, através do diário do fundador do país, América obterá algumas repostas e se indagará sobre muitas outras que devem ser resolvidas no último volume da trilogia. Maxon está, de fato, conhecendo as garotas mais a fundo, em especial Kriss, que se porta como uma verdadeira princesa e é uma das selecionadas mais dignas da coroa. Atitude que deixará America irritada ao extremo. Dá para entender essa garota? Sim e não. Marlee é dona da surpresa de maior impacto na trama, é algo totalmente inesperado e devastador. Preparem seus corações! Há muitas lacunas a serem preenchidas, mal posso posso esperar pelo desfecho de tudo isso!

Felipe Miranda

Felipe Miranda

Sou redator, produtor de conteúdo, freelancer 24h e quase jornalista. Não consigo ficar quieto. Criei o OMD aos 15 anos e de lá para cá já vivi um mundo inteiro de histórias malucas (sem nem sair de casa).

Leia mais de 4 milhões de livros no seu e-book. Os melhores e-books do mundo estão aqui

Recomendados para você

Deixe seu comentário

3 Comentários

  • Maria Clara
    01 dezembro, 2013

    Também to louca! Já li A Elite e adorei, preciso desse.

  • Lívia Silva
    19 novembro, 2013

    To louca pra ler esse livro!!

  • Kamila Andrade
    14 outubro, 2013

    Eu gostei de A Elite, mas dizer que esse livro não me irritou seria mentira. America ficou ainda mais indecisa e até o Maxon me decepcionou, talvez a verdade seja que eu não tenha paciência para triângulos amorosos hahaha. Mas no geral é bom e estou ansiosa para The One!
    Gostei da sua resenha!
    Beijos,
    Kami.
    gostoliterario.blogspot.com.br