Últimas Notícias

News
Recentes

Carol Teles lança “Constelação de Gritos Mudos”, seu novo livro!

News
Recentes

Com xilogravuras de Luís Matuto, livro faz releitura da história de Zumbi dos Palmares

News
Recentes

Guilermo del Toro e Cornelia Funke lançam livro de “O Labirinto do Fauno”

Livraria Martins Fontes

Cinco filmes LGBT que você provavelmente nunca assistiu, mas precisa!

Publicado em 03 maio, 2019

Quando se tem uma drag queen fazendo história no meio artístico a nível mundial (oi Pabllo Vittar!), é comum que temáticas homoafetivas e de identidade de gênero estejam em alta – seja na mídia ou numa conversa de bar. É bem provável que você já tenha assistido “A Garota Dinamarquesa”, o documentário “Laerte-se” e e até o clássico “Paris is Burning”, mas a lista abaixo tentou sair um pouco das sugestões convencionais, trazendo filmes das mais variadas origens e problemáticas LGBTs. Vamos enriquecer o debate com experiências diferentes? Play! As escolhas foram feitas pelo novo colaborador do OMD, o psicólogo e cinéfilo Thiago Ferreira.

 

O Monstro no Armário (Closet Monster) 2016, Dirigido por: Stephen Dunn, País de Origem: Canadá

A história de Oscar é parecida com a de muitos adolescentes que apresentam inúmeros problemas durante essa fase. Conflito familiar e aceitação são os pontos fortes da obra. Um filme simbólico e libertador. A trilha sonora conta com vários artistas do cenário alternativo.

SINOPSE: Oscar Madly é um adolescente emocionalmente instável e traumatizado, porém muito criativo que desja fugir das memórias de sua infância complicada e dolorosa. Certo dia, sua vida muda por completo quando um hamster falante o ajuda a descobrir sua identidade.

 

120 Batimentos por Minuto (120 Battements par Minute) 2017, Dirigido por: Robin Campillo, País de Origem: França

Vencedor do Grand Prix em Cannes, é um filme sobre resistência, luta e empatia. Extremamente necessário na nossa atual situação. HIV deve ser debatido sempre e aqui o assunto é discutido com cuidado. O final tem a sua intensidade, seja nas atuações, na trilha sonora ou na carga dramática inserida.

SINOPSE: França, início dos anos 1990. O grupo ativista Act Up está intensificando seus esforços para que a sociedade reconheça a importância da prevenção e do tratamento em relação a Aids, que mata cada vez mais há uma década. Recém-chegado ao grupo, Nathan logo fica impressionado com a dedicação de Sean, apesar de seu estado de saúde delicado.

 

Girl (Girl) 2018, Dirigido por: Lukas Dhont, País de Origem: Bélgica

Uma obra delicada com uma atuação suave e convincente de uma jovem transsexual. Indicado ao Globo de Ouro deste ano por melhor filme estrangeiro e vencedor de 4 prêmios no festival de Cannes, incluindo a Câmera de Ouro. A relação pai e filha é o destaque. É necessário, transformador e reflexivo. Disponível no catálogo da Netflix.

SINOPSE: Lara é uma jovem menina de quinze anos, seu maior sonho é tornar-se uma bailarina profissional e, com a ajuda do pai, ela busca uma nova escola de dança para desenvolver sua técnica. No entanto, a menina encontra dificuldades para adaptar-se aos movimentos executados nas aulas por conta de sua estrutura óssea e muscular, já que Lara nasceu no corpo de um menino.

 

Tomboy (Tomboy) 2011, Dirigido por :Céline Sciamma, País de Origem: França

O amor em todas as formas é a mensagem que o filme passa. Aqui a relação entre irmãos transcende o conceito de amor. Tomboy convida você para ser um personagem também, a gente se envolve, torce, protege e chora junto dos mesmos.

SINOPSE: Laure é uma garota de 10 anos, que vive com os pais e a irmã caçula, Jeanne. A família se mudou há pouco tempo e, com isso, não conhece os vizinhos. Um dia Laure resolve ir na rua e conhece Lisa , que a confunde com um menino. Laure, que usa cabelo curto e gosta de vestir roupas masculinas, aceita a confusão e lhe diz que seu nome é Mickaël. A partir de então ela leva uma vida dupla, já que seus pais não sabem de sua falsa identidade.

 

Má Educação (La Mala Educación) 2004, Dirigido por: Pedro Almodóvar, País de Origem: Espanha

Nesse temos Almodóvar e o seu cinema exagerado, pulsante, polêmico e colorido. A sexualidade do personagem principal é mostrada sem timidez. Se você procura um filme provocante, encontrou! 

SINOPSE: Madri, 1980. Enrique Goded (Fele Martínez) é um cineasta que passa por um bloqueio criativo e está tendo problemas em elaborar um novo projeto. É quando se aproxima dele um ator que procura trabalho, se identificando como Ignacio Rodriguez (Gael García Bernal), que foi o amigo mais íntimo de Enrique e também o primeiro amor da sua vida, quando ainda eram garotos e estudavam no mesmo colégio. Goded recebe do antigo amigo um roteiro intitulado “A Visita”, que parcialmente foi elaborado com experiências de vida que ambos tiveram. Goded lê o roteiro com profundo interesse…

Leia mais de 4 milhões de livros no seu e-book. Os melhores e-books do mundo estão aqui

Recomendados para você

Deixe seu comentário