Últimas Notícias

News
Recentes

Conheça o romance LGBT “Vermelho, branco e sangue azul”

News
Recentes

Stephen King, George R.R. Martin e outros autores escrevem sobre fim do mundo em coletânea

News
Recentes

“Apenas um Olhar”, novo livro de Harlan Coben, está em pré-venda!

Livraria Martins Fontes

Cinco filmes LGBT que você provavelmente nunca assistiu, mas precisa!

Publicado em 03 maio, 2019

Quando se tem uma drag queen fazendo história no meio artístico a nível mundial (oi Pabllo Vittar!), é comum que temáticas homoafetivas e de identidade de gênero estejam em alta – seja na mídia ou numa conversa de bar. É bem provável que você já tenha assistido “A Garota Dinamarquesa”, o documentário “Laerte-se” e e até o clássico “Paris is Burning”, mas a lista abaixo tentou sair um pouco das sugestões convencionais, trazendo filmes das mais variadas origens e problemáticas LGBTs. Vamos enriquecer o debate com experiências diferentes? Play! As escolhas foram feitas pelo novo colaborador do OMD, o psicólogo e cinéfilo Thiago Ferreira.

 

O Monstro no Armário (Closet Monster) 2016, Dirigido por: Stephen Dunn, País de Origem: Canadá

A história de Oscar é parecida com a de muitos adolescentes que apresentam inúmeros problemas durante essa fase. Conflito familiar e aceitação são os pontos fortes da obra. Um filme simbólico e libertador. A trilha sonora conta com vários artistas do cenário alternativo.

SINOPSE: Oscar Madly é um adolescente emocionalmente instável e traumatizado, porém muito criativo que desja fugir das memórias de sua infância complicada e dolorosa. Certo dia, sua vida muda por completo quando um hamster falante o ajuda a descobrir sua identidade.

 

120 Batimentos por Minuto (120 Battements par Minute) 2017, Dirigido por: Robin Campillo, País de Origem: França

Vencedor do Grand Prix em Cannes, é um filme sobre resistência, luta e empatia. Extremamente necessário na nossa atual situação. HIV deve ser debatido sempre e aqui o assunto é discutido com cuidado. O final tem a sua intensidade, seja nas atuações, na trilha sonora ou na carga dramática inserida.

SINOPSE: França, início dos anos 1990. O grupo ativista Act Up está intensificando seus esforços para que a sociedade reconheça a importância da prevenção e do tratamento em relação a Aids, que mata cada vez mais há uma década. Recém-chegado ao grupo, Nathan logo fica impressionado com a dedicação de Sean, apesar de seu estado de saúde delicado.

 

Girl (Girl) 2018, Dirigido por: Lukas Dhont, País de Origem: Bélgica

Uma obra delicada com uma atuação suave e convincente de uma jovem transsexual. Indicado ao Globo de Ouro deste ano por melhor filme estrangeiro e vencedor de 4 prêmios no festival de Cannes, incluindo a Câmera de Ouro. A relação pai e filha é o destaque. É necessário, transformador e reflexivo. Disponível no catálogo da Netflix.

SINOPSE: Lara é uma jovem menina de quinze anos, seu maior sonho é tornar-se uma bailarina profissional e, com a ajuda do pai, ela busca uma nova escola de dança para desenvolver sua técnica. No entanto, a menina encontra dificuldades para adaptar-se aos movimentos executados nas aulas por conta de sua estrutura óssea e muscular, já que Lara nasceu no corpo de um menino.

 

Tomboy (Tomboy) 2011, Dirigido por :Céline Sciamma, País de Origem: França

O amor em todas as formas é a mensagem que o filme passa. Aqui a relação entre irmãos transcende o conceito de amor. Tomboy convida você para ser um personagem também, a gente se envolve, torce, protege e chora junto dos mesmos.

SINOPSE: Laure é uma garota de 10 anos, que vive com os pais e a irmã caçula, Jeanne. A família se mudou há pouco tempo e, com isso, não conhece os vizinhos. Um dia Laure resolve ir na rua e conhece Lisa , que a confunde com um menino. Laure, que usa cabelo curto e gosta de vestir roupas masculinas, aceita a confusão e lhe diz que seu nome é Mickaël. A partir de então ela leva uma vida dupla, já que seus pais não sabem de sua falsa identidade.

 

Má Educação (La Mala Educación) 2004, Dirigido por: Pedro Almodóvar, País de Origem: Espanha

Nesse temos Almodóvar e o seu cinema exagerado, pulsante, polêmico e colorido. A sexualidade do personagem principal é mostrada sem timidez. Se você procura um filme provocante, encontrou! 

SINOPSE: Madri, 1980. Enrique Goded (Fele Martínez) é um cineasta que passa por um bloqueio criativo e está tendo problemas em elaborar um novo projeto. É quando se aproxima dele um ator que procura trabalho, se identificando como Ignacio Rodriguez (Gael García Bernal), que foi o amigo mais íntimo de Enrique e também o primeiro amor da sua vida, quando ainda eram garotos e estudavam no mesmo colégio. Goded recebe do antigo amigo um roteiro intitulado “A Visita”, que parcialmente foi elaborado com experiências de vida que ambos tiveram. Goded lê o roteiro com profundo interesse…

Leia mais de 4 milhões de livros no seu e-book. Os melhores e-books do mundo estão aqui

Recomendados para você

Deixe seu comentário