Últimas Notícias

News
Recentes

Conheça o romance LGBT “Vermelho, branco e sangue azul”

News
Recentes

Stephen King, George R.R. Martin e outros autores escrevem sobre fim do mundo em coletânea

News
Recentes

“Apenas um Olhar”, novo livro de Harlan Coben, está em pré-venda!

Livraria Martins Fontes

[Resenha] Preces e Mentiras – Sherry Wood Emmons

Publicado em 12 jun, 2013

Preces e Mentiras – Sherry Wood Emmons
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581630458
Ano: 2012
Páginas: 366
Classificação: 
Página do livro no Skoob

Quando Bethany, de 7 anos, conhece sua prima de 6 anos, Reana Mae, é o começo de uma relação desajeitada que salva ambas de uma solidão profunda. Todo verão, Bethany e sua família vão de Indianapolis para West Virginia’s Coal River Valley. Para a mãe de Bethany, essas viagens até lá a lembram de sua infância pobre e composta por minas de carvão, um lugar do qual ela desejou escapar. Mas seus amados familiares e a amizade de Bethany e Reana Mae continuavam trazendo lembranças. Mas conforme Bethany cresce, ela percebe que a vida nessa comunidade pequena e unida não é tão simples quanto pensava… que as cabanas na beira do rio, que guardam muito da história de sua família, também geram fofocas escandalosas… e aqueles mais próximos a ela guardam segredos inimagináveis. No meio das florestas densas e da beleza silenciosa do vale, esses segredos estão finalmente sendo revelados, com uma força suficientemente devastadora para acabar com vidas, fé, e a conexão que Bethany pensou que duraria para sempre.

Resenha: 
Ninguém entendia o interesse de Helen em cuidar de Jolene e sua filha Reane Mae. Elas eram o acúmulo de tudo que ela desprezava.  Jolene era analfabeta, desleixada e descaradamente sexual, se exibia para homens jovens e velhos, fazia orgias em sua cama. Ela era casada com Bobby Lee, um conquistador, charmoso e infiel, os dois juntos provocavam aquela comunidade desde sempre. Quando seu marido estava prestes a deixa-la por outra mulher, a solução encontrada foi a gravidez. Jolene queria dar um belo menino para Bobby Lee, e como a vida prega peças, nasceu então Reane Mae, uma menina. Bobby Lee vivia viajando a trabalho, fazendo fretes, um pai ausente. Jolene, bem, ela não era muito maternal.

Por esses e outros motivos, revelados apenas no desfecho do livro, Helen dedicava tanto tempo as duas, uma atenção que não era dada as próprias filhas, Melinda, Nancy, Bethany e a problemática Tracy. Em 360 páginas vamos acompanhar o ambiente familiar dessas famílias serem testados por uma série de verdadeiros desastres, brigas, escândalos e segredos revelados em uma escrita tocante que fez desse livro um preferido. É chocante perceber que a forma como uma criança é educada pode interferir no futuro de gerações que estão por vir.

Bethany, 7 anos, se encantou com Coal River desde o início, não poderia haver férias melhores se não as passadas no rio . As cabanas do vale, o clima úmido e a mata densa, as pronúncias anasaladas. Havia tanta vida no vale! Sua mãe, Helen, desdenhava do lugar, talvez não a trouxesse memórias felizes. Mas fora ali que Bethany encontrara uma amiga de verdade, uma irmã, uma prima, Reane Mae. E fora ali também que foram feitos laços tão fortes que talvez nunca mais sejam desfeitos.

Tive que fazer uma árvore genealógica para me situar na trama, o enrendo abrange quatro décadas e todos os relacionamentos possíveis em uma família. A história de cada membro que tenha importância é contada e a autora fez isso de uma forma tão íntima que me senti um membro da família. Bethany e Reane Mae constroem uma amizade desde crianças e vamos acompanhar o crescimento das duas até se tornarem mulheres.

Enquanto Bethany cresce em uma família normal e amorosa, até certo ponto, afinal toda família tem suas mazelas, Reana Mae passa por uma série de problemas envolvendo sua mãe bêbada e vulgar, sua inocência é perdida, sua infância é roubada. A vida de todos os envolvidos é alterada. Até a minha, um mero leitor. A ausência do pai e a falta de amor da mãe, aliadas a necessidade de um amadurecimento prematuro, resultaram para uma Reana Mae mulher com idade e corpo de criança. Ela estava se tornando tudo que mais abominava, ela estava agindo como a própria mãe.

As mulheres desse livro me fizeram chorar e tremer de ódio. Tracy é problemática, controladora, dissimulada, tão malvada que seja a ser cruel, vai chocar o leitor em diversos momentos. Ela é irmã de Bethany e se sente rejeitada pela mãe. Helen é uma mãe incrível e sua sensibilidade lidando com os problemas gerados pela filha e por Reana Mae é notável. Preparem-se para fortes emoções do início ao fim,  e pode parecer frase clichê mas é exatamente isso. Basta.

Preces e Mentiras foi a grande surpresa literária de 2013, foi bom devorar um livro em dois dias, fazia tempo que uma estória não me prendia dessa forma.

Leia mais de 4 milhões de livros no seu e-book. Os melhores e-books do mundo estão aqui

Recomendados para você

Deixe uma resposta para AnônimoCancelar resposta

18 Comentários

  • Poison Girl
    05 outubro, 2013

    Se não me engano já vi essa capa! Ela não me chamou a atenção, assim como a estória. Não tive aquela atração que te empurra para ler sabe? Sua resenha foi bem escrita, passou muito bem o que deveria, mas realmente o livro não fez meu estilo.

  • Michelle *-*
    13 agosto, 2013

    É uma das resenhas mais fofas que já li! Preces e Mentiras tem um tema que mexe com o coração de qualquer leitor… ADOREI!

  • Larissa
    03 agosto, 2013

    Adoro personagens marcantes 🙂 nesse livro as mulheres te impressionaram pelo que parece
    realmente o que se aprende na infância pode desencadear diferentes fatos na vida adulta

  • Cristiane Dornelas
    25 julho, 2013

    Esse livro é bem bom pelo visto. Ainda não peguei pra ler mas pretendo fazer isso em breve, tem uma boa trama.

  • Anônimo
    11 julho, 2013

    Já tinha lido a sinopse desse livro e tinha ficado com a pulga atrás da
    orelha. Mas depois da sua resenha, minha curiosidade só aumentou.
    E quando tu olha a capa tu quer saber a historia da menina.

  • camila rezende
    05 julho, 2013

    A sinopse do livro nao me chamou tanta atencao, mas pela resenha ele parece ser bom.
    assim que possivel vou dar uma chance.

  • Ariana Oliveira Gomes
    01 julho, 2013

    Confesso que a capa deste livro me assusta um pouco, mas só leio resenhas positivas e isso me instiga… Gostei da ideia de você ter feito uma árvore genealógica, realmente assim não tem como "se perder"…. Parabéns!

  • Ingrid Joyce
    28 junho, 2013

    As mulheres desse livro me fizeram chorar e tremer de ódio. shaushuahsausash nossa, shauhsuas, eu rir quando vi isso, eu realmente não estava interessada nesse livro até ver que a garotinha tem só 7 anos, eu realmente fiquei curiosa.

    sonholiterario.blogspot.com

  • Gabrielle
    23 junho, 2013

    Já tinha visto outras resenhas sobre o livro, achei super interessante! É uma trama bem feita, tenho vontade de ler!

  • Jéssica Coelho
    17 junho, 2013

    Já achei interessante lendo a sinopse, após ler a resenha decidi ler o livro com certeza! Interessante ver todos os lados de uma família com tanto realismo…

  • Danny Proença
    16 junho, 2013

    Adorei a resenha,me deixou instigada a ler…
    Nada como uma infância traumática para revelar adultos problemáticos 😀

  • Pedro_Almada
    13 junho, 2013

    Confesso que, no início, Bob Lee e Jolene eram meio que o meu casal preferido no livro. Sei lá, eles tinham aquela cara de rockabilly, sabe hahahaha

    Verdade, eu quase comecei a anotar os nomes das personagens num papel pra saber quem era parente de quem. Família meio bagunçada essa daí rs

    Quanto à Tracy? Sem palavras, nem digo nada porque é spoiler, mas… Chega uma hora que você se arrepende de odiar tanto ela.
    Bem legal o conceito de família que o livro traz (um modelo padrão pra época, que era a família da bethany, e um modelo desajustado, que era o da Reana Mae).

    resenha ótima! =)

    Pedro Almada

    http://inspirados-oandarilhodotempo.blogspot.com.br/

  • Cibele Santos
    13 junho, 2013

    Interessante esse livro, eu tenho o livro mais ainda não li, mas amei a sua resenha, achei muito forte, o livro em si é dramático, a capa me lembra aqueles filmes de suspense, rsrsrs…
    😀

  • Rodrigo Lessa ®
    12 junho, 2013

    Nossa, a Novo Conceito arrasou de novo!Quero ler essse livro, gosto de livro que tenha presença forte feminina, eu me sinto mais a parte da historia, não sei rs. É isso.. Só espero que não tenha muito drama D:
    mas ai gostei. A capa é bem lindinha tbm, a maternidade tbm '-'-'

  • Angela Graziela
    12 junho, 2013

    Falam siper bem desse livro
    Mas ainda não tive oportunidade de ler
    E sua resenha éta ótima
    Primeiro vez que venho aqui e Amei o blog
    Estou seguindo e curtindo

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

  • Regilene Dias
    12 junho, 2013

    Não senti interesse ao ler a resenha. A história é um tanto fora do gênero de livro que eu leria. Acho que talvez eu fosse ler se tivesse ele em mãos. Nada contra a história, apenas não leria agora.

  • Ivi Campos
    12 junho, 2013

    A capa do livro é melancólica, mas ainda assim atrai, agora depois do que vc falou sobre a árvore genealógico, sei que tenho que ler!!! Muito bom!!!

  • Leila
    12 junho, 2013

    Eu já estava intrigada com esse livro, mas depois de ler sua resenha fiquei muito mais! Preciso ler! A ideia da árvore genealógica é muito boa!