Últimas Notícias

News
Recentes

Adaptação de Dumplin’ ganha trilhada sonora com Sia e Dolly Parton

News
Recentes

Vox é distopia sobre mulheres silenciadas e feminismo. Conheça!

News
Recentes

Best-seller internacional inspirado na cultura africana de Salvador é destaque nos EUA!

Livraria Cultura - Clique aqui e conheça nossos produtos!

[Resenha] Guia do herói para vencer dragões mortais – Cressida Cowell

Publicado em 06 jan, 2014

Guia do herói para vencer dragões mortais – Cressida Cowell
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580570618
Ano: 2011
Páginas: 256
Classificação:
Página do livro no Skoob

Em Guia do herói para vencer dragões mortais, sexto livro da série de Cressida Cowell — cujas aventuras inspiraram a adaptação cinematográfica dos estúdios DreamWorks —, Stoico, o Imenso, Chefe da Tribo dos Hooligans Cabeludos, e Bertha, a Peituda, Chefe da Tribo das Ladras do Pântano, fazem uma aposta: cada um tem até o final do dia para provar qual das duas tribos é a melhor na arte de roubar. Como sempre, o dragãozinho Banguela apronta das suas e acaba incinerando o precioso livro roubado por Stoico, obrigando Soluço e seus amigos inseparáveis, Perna-de-peixe e Camicazi, a encararem uma perigosa missão.

Resenha:
O Torneio de Roubo está acontecendo na Ilha de Berk, e após a última prova, o Desafio de Batida de Carteira, a tribo das Ladras do Pântano foram declaradas vencedoras, afinal, como o próprio nome sugere, elas são ótimas no quesito furto. Stoico, o Imenso, Aquele Cujo Nome Faz Tremer e Chefe da Tribo dos Hooligans, não está muito contente com isso e aposta com Bertha, a Peituda, Chefe da Tribo das Ladras que até o final do dia ele provará  que sua tribo é tão boa quando a dela na arte de surrupiar coisas. Stoico, pretendia ganhar a aposta com o exemplar de “Como treinar o seu dragão” que fora roubado da imensa e sombria Biblioteca Pública dos Cabeças-Ocas, guardada pelo horripilante Bibliotecário Cabelo Assustado. Mas Banguela comeu metade do livro e o destruiu. Bingo!

Esse é o terceiro aniversário de Soluço Spantosicus Strondus III, a esperança e o herdeiro da Tribo dos Hooligans Cabeludos, nosso herói teve o azar de nascer em 29 de fevereiro de um ano bissexto.Tudo que ele desejava era comemorar esse dia em  paz, mas graças a Banguela, seu dragão de caça minúsculo e de jardim, Soluço vai ter tudo menos sossego nesse dia que tem tudo para ser de fato “especial”. Na companhia de Banguela, Perna-de-peixe, Camicazi e seu dragão Mosca da Tempestade, eles irão embarcar a bordo de um dragão invisível com destino a Biblioteca proibida para roubar outro exemplar de Como treinar o seu dragão antes que Stoico perceba a sua falta. Mas elas não contavam com um exército de Guerreiros Cabeças-ocas e Dragões-brocas guardando a Biblioteca… Será que nossos heróis terão sucesso na missão? Roubar livros se tornara um desafio para todos os guerreiros vikings, poucos obtiveram sucesso na tentativa, poucos sobreviveram…

“Os livros eram desprezados pelas Tribos Vikings, pois eram vistos como uma péssima influência civilizadora e uma ameça a cultura bárbara. Como eram proibidos, foram trancados na grande Biblioteca Pública dos Cabeças-ocas…” Trecho da página 58

O sexto livro da série foge dos padrões anteriores e torna-se um verdadeiro guia de herói. Vamos conferir um perfil detalhado dos personagens principais, e dos dragões mortais com curiosidades de cada um, além de um dicionário de Dragonês de A a Z com exemplos bem divertidos. As traduções de Cressida Cowell do antigo Norueguês estão cada vez mais dignas e baseadas em lições importantes. A da vez é sobre o valor da leitura, Soluço vivia em uma realidade onde os livros eram banidos, e nos dá um puxão de orelha em relação a nossa sorte por poder viajar a mundos e épocas diferentes sempre que um livro é aberto, a qualquer hora sem restrições. As ilustrações estão presentes nas páginas e as memórias do nosso herói magricela nos guarda muitas aventuras pela frente!

Leia mais de 4 milhões de livros no seu e-book. Os melhores e-books do mundo estão aqui

Recomendados para você

Deixe seu comentário

2 Comentários

  • Ariana Oliveira Gomes
    11 janeiro, 2014

    Já li todos os livros desta série, é que tenho uma filha de 10 anos que é apaixonada por ela, então tenho que sempre tá comprando-os para ela… Agora mesmo tô tendo que os comprar já na pré-venda… kkkkkk…
    Concordo contigo quando disse que as traduções de Cressida Cowell do antigo Norueguês estão cada vez mais dignas e baseadas em lições importantes… kkkkkk…

  • Fernando Gonçalves
    06 janeiro, 2014

    Tenho muito interesse nos livros dessa série. Todas as resenhas que já vi sobre eles, foram positivas, mas ainda não tive a chance de lê-los. Espero poder logo, as capas são.. <3