Últimas Notícias

2018
News
Recentes

Premiada em dois concursos nacionais, alagoana Bárbara Cavalcante é novo nome da literatura fantástica

News
Recentes

A Netflix vai adaptar vários livros do Harlan Coben: Te indicamos 5 para você ler antes!

News
Recentes

Com Jennifer Aniston, adaptação do livro Dumplin’ chega ainda em 2018. Conheça a história!

Livraria Cultura - Clique aqui e conheça nossos produtos!

Anarquismo, capitalismo e Ursula K. Le Guin

Publicado em 30 maio, 2017

Os Despossuídos, de Ursula K. Le Guin, é um romance de ficção científica ambientado no mesmo universo que A Mão Esquerda da Escuridão. O livro ganhou o prêmio Nebula de melhor romance em 1974, além do Hugo e do Locus em 1975. A obra lida com temas fundamentais a sua época, como o capitalismo, o comunismo russo e o anarquismo, além dos conceitos de individual e coletivo.

O romance se passa em dois planetas-gêmeos: Uras e Anarres. O primeiro é um mundo dividido em vários estados e dominado pelos dois maiores, que obviamente são rivais. Numa alusão clara aos Estados Unidos (representados por A-Io) e à União Soviética (representada por Thu), um dos estados possui uma economia forte e uma sociedade patriarcal, enquanto o outro se posiciona como proletário e deseja imprimir seu modelo em todo o planeta. Além disso, há um terceiro país, Benbili, que, embora subdesenvolvido, é de extrema importância e se torna palco de uma revolução apoiada por Thu. Com medo de perder sua influência ali, A-Io invade o país, gerando uma guerra disfarçada entre os dois principais blocos.
Já o planeta Anarres vive uma situação bem diferente: sua política anarquista, que representa uma terceira via à crise planetária de Urra, cria uma ilusão de sociedade perfeita. Tal ilusão só é quebrada quando um jovem e brilhante físico, Shevek, descobre a “Teoria da Simultaneidade”, que pode acabar com o isolamento do planeta, assim como favorecer as guerras de seu gêmeo.

Leia mais de 4 milhões de livros no seu e-book. Os melhores e-books do mundo estão aqui

Recomendados para você

Deixe seu comentário