Últimas Notícias

News
Recentes

Carol Teles lança “Constelação de Gritos Mudos”, seu novo livro!

News
Recentes

Com xilogravuras de Luís Matuto, livro faz releitura da história de Zumbi dos Palmares

News
Recentes

Guilermo del Toro e Cornelia Funke lançam livro de “O Labirinto do Fauno”

Livraria Martins Fontes

[Resenha] Os Bons Sonhos – Sarah Dessen

Publicado em 17 nov, 2015
Os Bons Sonhos – Sarah Dessen

ISBN-10: 8565765768
Ano: 2015
Páginas: 408
Idioma: português
Editora: Seguinte

Classificação: 

Há segredos muito bons para serem guardados — e livros muito bons para serem esquecidos Sydney sempre viveu à sombra do irmão mais velho, o queridinho da família. Até que ele causa um acidente por dirigir bêbado, deixando um garoto paraplégico, e vai parar na prisão. Sem a referência do irmão, a garota muda de escola e passa a questionar seu papel dentro da família e no mundo. Então ela conhece os Chatham. Inserida no círculo caótico e acolhedor dessa família, Sydney pela primeira vez encontra pessoas que finalmente parecem enxergá-la de verdade. Com uma série de personagens inesquecíveis e descrições gastronômicas de dar água na boca, Os bons segredos conta a história de uma garota que tenta encontrar seu lugar no mundo e acaba descobrindo a amizade, o amor e uma nova família no caminho.

Resenha por Carol Teles:

Sarah Dessen é dessas autoras que ou você adora pela simplicidade com a qual constrói um enredo, ou odeia pelo mesmo motivo. Já passei por ambos os casos com ela, e não desisto de ler a autora de forma alguma. Não por achá-la genial, mas pela cadência com a qual organiza os pensamentos enquanto narra, e por isso me cativar de alguma forma.

Os Bons Segredos, que para mim não foi uma tradução muito feliz para Saint Anything, conta a história da Sydney, que já no começo nos mostra que o irmão está sendo preso, e como isso está afetando a ela e a família. A princípio não sabemos o motivo da prisão, mas é algo que aos poucos vai se revelando, ao mesmo tempo em que vamos entendendo as consequências disso de modo geral na vida das pessoas ao redor dela.Sydney muda de escola, se sentindo mal pela quantidade de gente apontando o dedo para ela como “irmã de um criminoso”. E é lá que acaba conhecendo Layla, uma maluca total que eu certamente queria ter como amiga, e sua família, que tem uma pizzaria a qual Sydney adora. O fato de essas pessoas serem agradáveis com ela faz com que se afaste das outras da sua “ex-vida”, e é nessa do se afastar que a gente entende qual vai ser o levantamento da autora. Na verdade ela dá várias ideias, mas que infelizmente fica no subconsciente do leitor a grande parte delas.

Eu ando sem paciência para YA, mas isso não significa que não curta o gênero. Na verdade na maioria das vezes é o tipo de livro que acaba sendo meu predileto do ano. Só que ultimamente ando lendo tão “mais do mesmo” que estou ficando impaciente com eles.  Infelizmente Os Bons Segredos entrou por pouco na categoria do mais do mesmo, mas isso não tirou o charme do livro. Na verdade foi um livro de 400 páginas que li em duas sentadas, justamente porque de um jeito ou de outro, Dessen tem esse poder de te envolver até a última página.

Acredito que meu problema com a autora seja com as expectativas que ela cria e que não se realizam. É como se a todo o momento no desenrolar da história ela prometesse um big acontecimento que não acontecesse. Contudo eu sou uma pessoa tão positiva que penso que ela quer justamente nos fazer entender que não precisa de um grande fato para se criar uma história interessante. Mas, sei lá… é sempre o que espero quando sento para ler a autora. Acho que se ela não gerasse a expectativa eu não esperaria tanto dos livros, e gostaria mais deles.

Eu curto as personagens desse livro. E pela primeira vez em muito tempo consegui me familiarizar com uma protagonista ao ponto de me irritar profundamente pelas coisas que as pessoas faziam por ela, ou deixavam de fazer por não enxergar o quanto ela se escondia dos problemas para não machucar mais a família. E essa família dela parece em demasia com a minha. Enxerguei a mim em vários trechos da história de Sydney.

O forte da Dessen é criar contextos interessantes para seus livros jovens. É quase sempre um pano de fundo simples, mas trabalhado de maneira delicado e bem próximo das nossas vidas, e por isso é bem legal. Como disse, meu único problema com os livros dela é esperar que coisas grandiosas aconteçam, porque quase sempre ela dá a entender que irão. Mas continuo indicando Dessen para muitos jovens, e também alguns adultos. Vale a tentativa! De modo geral são livros cativantes.
Carol Teles

Carol Teles

Quase formada em Letras; quase formada em Biblioteconomia, sou altamente inquieta e tenho problemas em terminar coisas que comecei. Durmo pouco e com milhões de travesseiros. Sou chocólatra e passo parte do meu dia em uma Interprise ou Millenium Falcon porque meu filho vive no espaço. Perco-me na vida.

Leia mais de 4 milhões de livros no seu e-book. Os melhores e-books do mundo estão aqui

Recomendados para você

Deixe seu comentário