Últimas Notícias

News
Recentes

Em nova edição, “Blade Runner” ganha capa assinada por Rafael Coutinho

News
Recentes

Em livro de estreia, Emily X.R. Pan escreve sobre suicídio e paixão

News
Recentes

Darkside Books lança versão empoderada de A Pequena Sereia

americanas.com

[Resenha] A Grande Caçada – Dan Smith

Publicado em 10 maio, 2015

A Grande Caçada – Dan Smith
Editora: Seguinte
ISBN: 9788565765602
Ano: 2015
Páginas: 272
Classificação: 
Página do livro no Skoob

Num vilarejo remoto na Finlândia, todos os garotos devem passar por um ritual de caça em seu 13º aniversário, simbolizando a entrada na vida adulta. Agora é a vez de Oskari enfrentar uma noite sozinho na floresta — um desafio bem assustador, considerando que o garoto não é muito forte e o arco de caça cerimonial é grande demais para o seu tamanho. Durante sua aventura, Oskari testemunha cenas estranhas pela floresta, como a queda de um avião. Tudo começa a fazer sentido quando ele encontra uma criatura estranha no meio dos escombros…

Resenha:
O cenário é uma floresta repleta de perigos, muitos deles desconhecidos. Nela, importantes missões se cruzarão resultando em algo explosivo e fatal. Terroristas, tentando dar um fim à vida de um dos homens mais importantes do mundo, e Oskari, um jovem que na véspera de seu aniversário de treze anos precisa provar a todos que conhece que já é um homem.

Trata-se de uma tradição do pequeno vilarejo onde nosso protagonista vive. O garoto ao completar tal idade deve adentrar a mata sozinho para completar uma missão. Sem a ajuda de ninguém e munido apenas de um arco centenário, ele precisa retornar com algo que prove seu valor. Cabeças de alce, cervos, faisões, coelhos. Cada animal representa uma virtude e há gerações a tarefa é realizada no lugar. Um dia e uma noite é todo o tempo que ele dispõe para caçar. Fracassar não é uma opção e voltar com as mãos vazias seria uma decepção pesada demais para carregar. O pai de Oskari é uma lenda. Em sua cerimônia retornara com a incrível cabeça de um urso. Feito nunca superado na aldeia. Percebem a pressão que Oskari enfrenta? Considerando que ele não possui muito talento e mal consegue erguer o arco tamanho peso, a floresta será uma aventura e tanto.

Não fossem suficientes os perigos naturais já presentes no local, uma explosão sinaliza a chegada de mais dificuldades. A cicatriz que se forma na floresta é um presságio dos males que passaram a habitar entre clareiras e campos. Homens perigosos e fortemente armados estão tramando algo. Homens que não deveriam estar ali. Quando Oskari presencia a morte de um dos moradores da aldeia sem poder fazer absolutamente nada para salvá-lo uma dúvida se instala: retornar para a segurança sem completar sua tarefa ou continuar e tentar descobrir o que se passa? Não seria covardia voltar atrás? A cápsula estranha encontrada pelo garoto entre as árvores é o primeiro sinal de que algo muito errado está acontecendo por ali. Dentro dela, o presidente dos Estados Unidos que acabara de sobreviver a um acidente de avião.

Enquanto aguarda as forças especiais para resgatá-lo, o presidente terá que confiar em Oskari para mantê-lo em segurança. Os homens munidos de rifles e submetralhadoras parecem estar envolvidos na queda do Air Force One, a mega aeronave projetada para resistir aos mais violentos ataques. Fica claro que alguém próximo ao homem o traiu. Houve uma sabotagem. Um plano muito maior está por trás disso tudo. Uma caçada se inicia. Ali, no meio do nada, o presidente é apenas mais um. Como qualquer outra pessoa anônima. Oskari, tão jovem e cheio de medos, demonstrará toda a sua força e coragem. Ele conhece a floresta como ninguém. É sua casa, seu lar e onde ele precisa sobreviver para não ser humilhado. Além de ser, ele precisa fazer com que todos o enxerguem como realmente é. Com unhas e dentes ele defenderá seu orgulho e descobrirá que sua caça pode muito bem não ser um animal qualquer. Sua presa é aquilo que a floresta lhe deu…

Decepções, sangue e provações. Poucos e bons personagens, cenário único e elementos interessantes inseridos no decorrer da narrativa. A Grande Caçada não é aquele livro que marcará a sua vida para sempre mas funciona perfeitamente como um passatempo agradável. Em poucas horas o terminei e quase não tenho pontos falhos para apontar. No máximo, uma previsibilidade causada pela sinopse presente no livro que entrega praticamente todo o desenrolar. Histórias simples podem ser contadas da forma mais emocionante possível. Admito que os últimos capítulos são muito bons. Toda a trama é descrita de forma cinematográfica, não é a toa que temos Samuel L. Jackson no elenco da versão para o cinema. Difícil foi acreditar que Oskari com apenas treze anos foi capaz de tantos atos heroicos. Não vejo a hora de ver tudo que imaginei na minha mente nas telonas.

WalmartBR

Recomendados para você

Deixe seu comentário