Últimas Notícias

Recentes
Resenhas
TERROR

“O Cemitério”, de Stephen King, é de fazer qualquer um ter pesadelos. Saiba mais!

News
Recentes

Aleph divulga capa de “A Última Colônia”, de John Scalzi

News
Recentes

Conheça “Vilão”, uma história sobre inveja, desejo e superpoderes!

Livraria Martins Fontes

[Resenha] Harry Potter e as Relíquias da Morte – J.K. Rowling

Publicado em 02 fev, 2013

Harry Potter e as Relíquias da Morte – J.K. Rowling
Editora: Rocco
ISBN: 9788532527905
Ano: 2012
Páginas: 592
Página do livro no Skoob
Classificação: 

Em Harry Potter E As Relíquias Da Morte, o encontro inevitável com Lord Voldemort não pode mais ser adiado. Harry, no entanto, precisa ganhar tempo para encontrar as Horcruxes que ainda estão faltando. E, pelo caminho, descobrir o que são afinal as Relíquias da Morte e como ele pode usá-las contra o Lorde das Trevas. Seguindo as poucas pistas deixadas por Dumbledore, Harry conta apenas com a ajuda dos leais amigos Rony e Hermione. Juntos, eles percorrem lugares nunca visitados, descobrem histórias nebulosas sobre pessoas queridas e acabam por desvendar mistérios que os incomodavam há muito tempo. Enquanto Harry, Rony e Hermione vagam por diferentes lugares em busca de pistas, J. K. Rowling vai revelando aspectos até então desconhecidos sobre os principais personagens. Em sua última e derradeira aventura, Harry não é exposto apenas a batalhas. Ele precisa superar traições, surpresas e, mais do que nunca, aprender a lidar com os próprios sentimentos. Como em todos os livros da série, o amor e a amizade são elementos-chave para a trama. Em Harry Potter E As Relíquias Da Morte, J. K. Rowling leva o leitor por uma trilha de suspense, com sustos ininterruptos até a última página, quando entrega, por completo, toda a verdade e conclui os passos de herói de Harry Potter na maior saga bruxa de todos os tempos. 

Resenha:
Gostaria de poder afirmar que cresci com Harry Potter, que tive noites de insônia esperando o próximo livro ser lançado ou que acampei na bilheteria para assistir o filme seguinte na pré-estreia. Infelizmente o único filme da saga que vi nas telonas foi o último, Relíquias da Morte parte 2, para ser mais exato. E mesmo assim, eu tremia de tanta emoção, talvez fosse o frio da sala do cinema mas aquilo foi marcante. Devorei os livros em poucas semanas.Terminei a leitura do sétimo e último livro da saga e não sei bem como vou resenhar tamanha perfeição. Já terminei livros que me deixaram sem ar, mas acho que exagerei, J.K. Rowling escreveu a maior obra literária que já li. Ai, gente, virei um verdadeiro fã.

Os Comensais da Morte estão por toda parte e Harry Potter nunca correu tanto perigo como agora. Os seguidores de Voldemort estão infiltrados até no Ministério da Magia, todos os meios de transporte mágico estão sendo vigiados e controlados, Pó de Flu, corujas correio e até aparatar se tornou arriscado. A casa dos Dursley , na rua dos Alfeneiros, número quatro não é mais segura agora que Potter atingiu a maioridade. Os feitiços de proteção que cercavam a casa foram extintos e a Ordem da Fênix planeja levar Harry para a Toca dos Weasley porém as coisas não ocorrem conforme o planejado… O sétimo livro da saga começa frenético.

No livro anterior Dumbledore designou a Harry a tarefa de encontrar e destruir as horcruxes do Lorde das Trevas, nem preciso comentar quem vai ajuda-lo nessa, preciso? Hermione apagou as memórias dos próprios pais que estão na Austrália, seguros e nem imaginam que um dia tiveram uma filha. Rony abandonou a Toca e sua família.Eles não se separariam justamente agora. Dumbledore teve o cuidado de cita-los em seu testamento, Hermione recebeu um exemplar de “Os Contos de Beedle, o bardo.”, Rony recebeu o desiluminador, lembram dele no inicio de tudo? Lá na rua dos Dursley? e Harry recebeu o pomo de ouro capturado em sua primeira partida de Quadribol em Hogwarts. Para quais finalidades e se serão uteis ou não, vocês só saberão lendo.

Dumbledore foi morto por Severo Snape em O enigma do príncipe, o antigo professor de Defesa Contra as Artes das Trevas, agora diretor de Hogwarts, provou que nunca deixara de servir aos interesses do Lorde das Trevas. Rita Skeeter, a repórter mais odiada de todos os tempos (por mim), ataca novamente e o seu alvo agora é nada mais, nada menos que Alvo. Em uma biografia exclusiva sobre Dumbledore ela revelará os segredos da grande batalha contra Gridelwald e a relação complicada de Alvo com sua família. Uma falsa viagem ao passado que transformará Alvo Dumbledore em um perfeito mal caráter. Harry chegará a odiá-lo por tantas perguntas sem respostas, supostas mentiras e por coloca-lo nessa missão suicida. E ao mesmo tempo sentirá na pele a falta do professor a quem sempre confiou…

Finalmente Harry dominou  sua Oclumência e agora as viagens a mente de Voldemort estarão mais frequentes e controladas. A jornada em busca dos objetos onde o Lorde inseriu partes de sua alma incluirá invasões ao Ministério e batalhas mortais com Comensais da Morte. Monstro, o elfo doméstico da família Black se redimirá e como todos os elfos da estória, ele me ganhou, cheguei até a esquecer que por sua culpa Sirius morrera… J.K. Rowling não poupou os leitores nesse desfecho épico, são tantos momentos marcantes, Rony abandonando Harry e Hermione na floresta,  Greyback os encontrando, Harry em suas visões sendo o próprio Voldemort descobrindo que as horcruxes desapareceram, Harry e Lupin brigando feio e mais tarde se tornando padrinho do pequeno Ted, a história do príncipe mestiço, as reais verdades de Dumbledore, o casamento mais lindo de todos entre Gui e Fleur, o beijo tão esperado de Rony e Hermione, Minerva McGonagall sendo simplesmente diva, o destino de Harry Potter…

E claro, as mortes. Como se já não bastasse os rios de lágrimas que foram derramados por Alvo, a autora ousou matar um Weasley. Um Weasley! Chorei. Sabe aquele ditado que diz que a verdade machuca? Pois é, a verdade sobre Snape doeu. Poxa J.K. que golpe baixo! E não acabou, Dobby, o elfo doméstico que desafiou a ordem natural das coisas, livre e feliz, salvando o seu senhor Harry Potter, foi morto também. Tantos personagens foram mortos, foi tão triste, vou encerrar esse assunto.O desfecho do livro foi digno e não existe outra palavra se não “perfeito”. Cada lágrima e sangue derramado em sete livros valeram a pena. A batalha final entre Harry e Voldemort foi inenarrável. Não posso deixar de dar meu parecer sobre o prólogo que encerra o livro, pois bem, a autora deu um ponto final em tudo, apenas. Os nomes dos filhos de Harry e Gina, Rony e Hermione poderiam ser mais simpáticos mas tudo bem. Não haverá série de livros melhor que essa. Não é possível.

“Vencemos, esmagamos a fera, Potter é o Máximo, Voldy já era, então agora vamos nos divertir á vera!” – Pirraça.

Leia mais de 4 milhões de livros no seu e-book. Os melhores e-books do mundo estão aqui

Recomendados para você

Deixe seu comentário

28 Comentários

  • Loriany Gottardi
    01 outubro, 2013

    Vontade de ler mais uma vez :')

  • Leitura extrema
    05 julho, 2013

    Muito, muito massa *_*

  • Gabrielle
    05 julho, 2013

    Impossível não ser fã de J. K. Howling e de sua saga perfeita!

  • Ingrid Joyce
    29 junho, 2013

    Harry *-*
    Fã forever s2.

  • Gabrielle
    25 junho, 2013

    Desde o primeiro ao último livro da saga, o interesse nunca é perdido! Como pode J. K. Howling ser tão boa com as palavras? Ah, eu adoro ela!

  • Karolyne K.
    31 março, 2013

    Esse é o livro mais triste de todos os livros existentes. Por favor… ver vários de seus personagens morrendo na batalha… tudo acabando ao mesmo tempo. O nervosismo, a expectativa… Nossa. O melhor, sempre.

  • Clara Beatriz
    31 março, 2013

    Eu adorei este livro, chorei muito no final! Só tive a oportunidade de ler dois livros da Saga HP, o primeiro livro e o último. Gostei dos dois e espero ter a oportunidade de ler os outros.

  • rangel lobo
    27 março, 2013

    Chorei após ler o post, pois é o ultimo post de HP aqui no blog e tudo que foi dito sobre Harry Potter é verdade, a série é perfeita e magnífica não seria tudo isso sem a ilustre autora J.K.Rowling ela foi e será uma das minha autoras e autores preferidos.Não vejo o que seria dos pottermaniacos sem suas consideráveis obras!agora esperar os próximos lançamentos que ela vem nos proporcionar!!abraços, gostei dessa semana co J.K Rowling foi sensacional.Fica a dica de sortear a série aqui no blog, eu piraria em saber dessa promoção!!Fui Valeu de montão! =)

  • Leonardo
    24 março, 2013

    E as últimas palavras foram: Tudo estava bem.

  • Lucas de Omena
    23 março, 2013

    foi incrível pois terminava a história do Harry Potter quando ele mata o Voldmort e tudo. é simplesmente incrível

  • Pamela Marloch
    21 março, 2013

    É… cada um com seu gosto, eu não gosto de HP e tmb não tenho nenhum interesse de ler, nem de ver os filmes, mesmo muita gente falando maravilhas desse. essa coisa de bruxaria é… pesado de mais pra mim

  • Nina Fontes
    10 março, 2013

    Demorei quase um mês para acabar de ler, não que eu estivesse com preguiça ou desmotivada é que este é o ultimo, não tem mais, acabou. A sensação de vazio a falta que eles estão fazendo, estou meio desolada, Grandes reviravoltas, revelações, intrigas, medos, e inclusive, muito choro, tive dó demais do Dobby (que descanse em paz) e mais ainda de Tonks e Lupin, eles tinham filho pequeno para criar. A derrota de Aquele-Que-Não-Deve-Ser-Nomeado foi incrível. A busca pelas Horcruxes e os presentes de Dumbledore, aiai… Estou sem chão… Acabou! =(

  • Dâmaris
    07 março, 2013

    Esse com certeza é o livro mais emocionante de toda a série. Pois é o fechamento. Posso dizer por mim, que quando acabei de ler "Tudo estava bem" tinha certeza que teria continuação. O sentimento de fim nunca houve em mim. Sempre soube que teria uma continuação. Pode não ser em palavras escritas, mas para fãs… Harry Potter estará sempre em nossos corações!

  • lais
    04 março, 2013

    O que falar, H.P foi o livro de uma geração, da minha geração!!
    Quantas crianças sonharam em ira para Escola de Magia, de voar em vassouras, em ver dragões, eu sonhei!!
    Chorei lendo esse livro, chorei vendo o filme sobre.
    HP foi muito marcante!!

  • Maíra Souza
    03 março, 2013

    Nossa! Quantas mortes…
    Acho que agora sim, entendo um pouco as lágrimas. =/

  • camila rezende
    26 fevereiro, 2013

    Gostei do final que a autora deu para a serie, mas eu achei que teve algumas mortes desnecessarias. Fiquei master triste com a morte do Dobby.

  • Acervo de Miss
    25 fevereiro, 2013

    Este livro eu nao li, mas amei o filme. Presumo que seja tao bom quanto.

    Bjs,
    http://www.acervodemiss.blogspot.com

  • Georgia @stupidlambgirl
    24 fevereiro, 2013

    Não há nada pior do que uma conclusão nada conclusiva, especialmente em sagas pois os autores se perdem e a historia acaba sem sentido ou razão alguma. Não é o caso de JK Rowling; ela soube majestosamente como deixar a historia amarradinha, tudo conectado e fazendo completo sentido. Essa é uma das características que mais admiro na autora. Mostra o quanto ela é dedicada e organizada com seus manuscritos, lembretes, rascunhos. A equipe que a ajudou também merece crédito.

  • Hudson Rodrigo
    23 fevereiro, 2013

    cresci com harry potter, acompanhei os livros, fui ver todos os filmes no cinema kkkk cara, sou muito fá, so um detalhe, se demoro pra postar essa renha viu?

  • Priscila Pires
    22 fevereiro, 2013

    Eu também chorei muito, chorei quando meus personagens morreram, chorei quando li a última página, porque era o fim.
    Concordo que os nomes dos filhos de Harry poderiam ter sido melhor, mas o que são nomes diante de tanta maravilha escrita por ela?!

  • Leila
    22 fevereiro, 2013

    Fico triste quando meus personagens preferidos morrem… Não sei se quero ver isso…

  • Bruna Costenaro
    22 fevereiro, 2013

    O único defeito desse livro são as páginas do anos depois, eu não queria, pelo menos ainda saber da vida deles depois de grande, foi mto estranho…

    Quero o que aconteceu no meio disso, quero mais cain cain!

    miquilis: Bruna Costenaro

  • Deborah Leão
    19 fevereiro, 2013

    Por que não coloca aqueles comentários do facebook para blog aqui? HP é eterno e cada livro é especial por que cresci e amadureci com harry potter. Quando Harry entrou para Hogy com 11 anos eu também tinha 11 e me senti recebendo a carta e entrando na escola junto com ele. Uma obra literária fantástica e emocionante. Me tornei uma super fã de HP e Jogos Vorazes! Leia os três livro de JV tbm! É emocionante e encantador *——*

  • Fernanda Faria
    16 fevereiro, 2013

    Eu realmente cresci esperando os lançamentos dos livros, quase morria de ansiedade para ler *-* , na verdade tive que esperar mesmo os ultimos 3 livros. Vi todos os filmes na semana de lançamento porque não aguentava esperar. Na minha humilde opinião, esse foi o melhor livro da saga.

  • Anônimo
    04 fevereiro, 2013

    Não li o livro. Mas adorei o filme 😀

  • cristiane
    03 fevereiro, 2013

    Eu não posso dizer muito, só o que vejo em resenhas desses livros. É bom esse pelo visto, pois vi tantos comentários quando saiu o filme sobre o livro e etc, que deu pra perceber o quanto a galera esperava por esse livro feito no cinema.

  • franfernands
    03 fevereiro, 2013

    Ganhei uma promo que o prêmio é Morte Súbita, lembrei na hora do seu blog e dessa semana, estou ansiosa para ler minha primeira obra da J. K. e poder dizer se gostou ou não dela haha A resenha ficou ótima 😀

  • Victor Emmanuel
    03 fevereiro, 2013

    Esse livro foi feito pra se acabar nas lagrimas, sério. A história termina de forma surpreendente e é tudo acontecendo tão rápido, tanta confusão, feitiços e descobertas que fiquei besta.

    Salve, salve J. K., vc é diva <3