Últimas Notícias

News
Recentes

Machado de Assis e Stephen King estão no próximo lançamento da Cia das Letras!

News
Recentes

O Fogo Invisível, de Javier Sierra, discute a origem de literatura e da arte

News
Recentes

Para os fãs de A Seleção, Jogos Vorazes e A Rainha Vermelha: conheçam Princesa de Cinzas

americanas.com

[RESENHA] O espião – Clive Cussler e Justin Scott

Publicado em 09 maio, 2012

O Espião – Clive Cussler e Justin Scott
Editora Novo Conceito
ISBN: 9788563219985
Ano: 2012
Páginas: 416
Página do livro no skoob
Classificação: 

É 1908 e acumulam-se tensões internacionais enquanto o mundo caminha inexoravelmente para a guerra. Após um talentoso projetista de canhões de couraçados morrer em um aparente suicídio, sua filha, angustiada, recorre à lendária Agência Van Dorn para limpar o nome do pai. Van Dorn põe seu principal investigador no caso, Isaac Bell, que logo percebe que as pistas apontam não para suicídio, mas para assassinato. E quando se seguem outras mortes mais suspeitas, fica evidente que alguém — um ardiloso espião — está orquestrando a eliminação das mentes tecnológicas mais brilhantes… Mas isso é apenas o começo.

Resenha:
Os melhores cérebros no mercado de navio de guerra foram recrutados para um projeto grandioso. O Casco 44. A resposta americana,um couraçado dreadnought,como nenhum outro cruzando os mares.

Arthur Langner um projetista famoso de canhões, envolvido no Casco 44, comete suicídio. Porém sua filha, Dorothy Langner, não acredita que o pai, um homem realizado tenha se matado. Ela então vai em busca de respostas na Agência de Detetives Van Dorn. O detetive Isaac Bell então começa a investigar e descobre que o aparente suicídio na verdade foi um assassinato. E quando outras mentes brilhantes começam a morrer, ele tem certeza que algo está errado.

Acho que “O Espião” foi o livro mais difícil que já li. Primeiro por se passar em 1908. Segundo por que o autor foi extremamente detalhista, nos meios de transporte, nos modos, nas roupas, nos meios de comunicação, nos lugares, é definitivamente uma viajem no tempo.

Terceiro, o que torna a leitura cansativa e complicada é o abuso de termos técnicos, como o autor conhece bastante sobre o assunto é muita informação sobre canhões e navios, exageradamente até.

A emoção do livro está nas sabotagens do Espião.Ele tentará a todo custo destruir os planos do Casco 44.

Isaac Bell tem uma tarefa a cumprir, mas não será tão fácil assim, o Espião tem muitas pessoas trabalhando para ele, pessoas próximas, sombras. O bom é que não demoramos para saber quem é o Espião, o autor nos revela logo, e a graça está em acompanhar Isaac na busca em descobrir quem é a mente por trás dos planos e evitar que se concretizem. A arte da capa é a coisa mais gostosa do livro,eu me apaixonei por ela.

Parabéns Editora Novo Conceito! Foi um livro interessante de se ler, diferente de tudo que estou acostumado, uma experiência nova. Recomendo!

WalmartBR

Recomendados para você

Deixe seu comentário

1 Comentário

  • cristiane
    02 fevereiro, 2013

    Gostei da leitura desse livro, foi bem parecido aqueles filmes de espião. Bem antigo, e isso adorei!