Últimas Notícias

Recentes
Resenhas
TERROR

“O Cemitério”, de Stephen King, é de fazer qualquer um ter pesadelos. Saiba mais!

News
Recentes

Aleph divulga capa de “A Última Colônia”, de John Scalzi

News
Recentes

Conheça “Vilão”, uma história sobre inveja, desejo e superpoderes!

Livraria Martins Fontes

[RESENHA] Quarto – Emma Donoghue

Publicado em 22 fev, 2012
Quarto – Emma Donoghue 
Editora Verus
ISBN: 9788576861317
Ano: 2011
Páginas: 350
Classificação: 

Para Jack, um esperto menino de 5 anos, o quarto é o único mundo que conhece. É onde ele nasceu e cresceu, e onde vive com sua mãe, enquanto eles aprendem, leem, comem, dormem e brincam. À noite, sua mãe o fecha em segurança no guarda-roupa, onde ele deve estar dormindo quando o velho Nick vem visitá-la. O quarto é a casa de Jack, mas, para sua mãe, é a prisão onde o velho Nick a mantém há sete anos. Com determinação, criatividade e um imenso amor maternal, a mãe criou ali uma vida para Jack. Mas ela sabe que isso não é suficiente, para nenhum dos dois. Então, ela elabora um ousado plano de fuga, que conta com a bravura de seu filho e com uma boa dose de sorte. O que ela não percebe, porém, é como está despreparada para fazer o plano funcionar.

Resenha:
Já comecei o livro sabendo que ele viraria um dos meus favoritos.

Jack tem cinco anos e vive em um quarto com a Mãe. O Quarto é tudo que Jack compreende como mundo. Isolados de tudo e de todos, ele não sabe o quão a situação dos dois é complicada, não sabe que o Quarto é um cativeiro, não sabe que sua mãe foi sequestrada pelo Velho Nick sete anos atrás e desde então é abusada sexualmente, não sabe que o mundo da TV é real. Jack não sabe quanta vida existe além das paredes que os prendem no Quarto.

Durante todo esse tempo a Mãe criou um mundo feito pro Super Jack, fazendo com que ele passasse por isso da forma mais “agradável” possível. Sem grandes traumas. Mas agora Jack está crescendo e eles precisam de alguma forma saírem dali. Há muita vida lá fora. A Mãe então começa a elaborar alguns planos de fuga que dependerão de Jack para serem um sucesso. Será que ele vai conseguir?

Imagine você com cinco anos, vivendo em um quarto, dormindo no guarda-roupa e contando quantas vezes a cama rangeu antes de tudo ficar no completo silêncio. Apavorante? Esse é o Velho Nick que vem visitar a Mãe todas as noites. O livro é narrado pelo Jack e é impossível você não se jogar na trama. Adoro crianças e seus jeitos de falarem, e meu carinho pelo Jack é do tamanho do Quarto, e se o Quarto é o mundo, então é bastante não é?

A leitura é do estilo “taquicardia” você torce para que o plano de fuga dê certo, você torce para que o Velho Nick morra, você sente dó do Jack o livro in-tei-ro, é realmente fascinante. A narrativa fez me sentir meio incapaz. O Jack é tão inocente que você fica angustiado. Acho um amor quando o Jack comenta “O pênis bobo está sempre em pé de manhã, eu empurro ele pra baixo.” Como não amar? 

A Mãe é realmente “A Mãe”. O amor dos dois é muito lindo, toda a rotina que eles cultivam no Quarto, as brincadeiras com as coisas mais simples, as histórias que ela conta, toda uma preocupação para criar o filho saudável. Sem expor a realidade apavorante que eles vivem, sem deixar o Velho Nick tocar em um fio de cabelo do pequeno Jack. “Quarto” é o tipo de livro que você quer emprestar pro mundo todo. Você quer que todos conheçam, que todos chorem e sorriam o lendo, que todos tenham o enorme prazer que é conhecer a estória de Jack.

Leia mais de 4 milhões de livros no seu e-book. Os melhores e-books do mundo estão aqui

Recomendados para você

Deixe seu comentário

1 Comentário

  • GonçalvesSue
    03 fevereiro, 2014

    Li a sinopse desse livro na pré-venda e me chamou a atenção, ainda não tive a oportunidade de ler, mas a sua resenha so me encorajou a compra-lo..