Últimas Notícias

News
Recentes

Autor de “Perdido em Marte” lança thriller de suspense sobre cidade na Lua

News
Recentes

Em nova edição, “Blade Runner” ganha capa assinada por Rafael Coutinho

News
Recentes

Em livro de estreia, Emily X.R. Pan escreve sobre suicídio e paixão

americanas.com

[RESENHA] Quarto – Emma Donoghue

Publicado em 22 fev, 2012
Quarto – Emma Donoghue 
Editora Verus
ISBN: 9788576861317
Ano: 2011
Páginas: 350
Classificação: 

Para Jack, um esperto menino de 5 anos, o quarto é o único mundo que conhece. É onde ele nasceu e cresceu, e onde vive com sua mãe, enquanto eles aprendem, leem, comem, dormem e brincam. À noite, sua mãe o fecha em segurança no guarda-roupa, onde ele deve estar dormindo quando o velho Nick vem visitá-la. O quarto é a casa de Jack, mas, para sua mãe, é a prisão onde o velho Nick a mantém há sete anos. Com determinação, criatividade e um imenso amor maternal, a mãe criou ali uma vida para Jack. Mas ela sabe que isso não é suficiente, para nenhum dos dois. Então, ela elabora um ousado plano de fuga, que conta com a bravura de seu filho e com uma boa dose de sorte. O que ela não percebe, porém, é como está despreparada para fazer o plano funcionar.

Resenha:
Já comecei o livro sabendo que ele viraria um dos meus favoritos.

Jack tem cinco anos e vive em um quarto com a Mãe. O Quarto é tudo que Jack compreende como mundo. Isolados de tudo e de todos, ele não sabe o quão a situação dos dois é complicada, não sabe que o Quarto é um cativeiro, não sabe que sua mãe foi sequestrada pelo Velho Nick sete anos atrás e desde então é abusada sexualmente, não sabe que o mundo da TV é real. Jack não sabe quanta vida existe além das paredes que os prendem no Quarto.

Durante todo esse tempo a Mãe criou um mundo feito pro Super Jack, fazendo com que ele passasse por isso da forma mais “agradável” possível. Sem grandes traumas. Mas agora Jack está crescendo e eles precisam de alguma forma saírem dali. Há muita vida lá fora. A Mãe então começa a elaborar alguns planos de fuga que dependerão de Jack para serem um sucesso. Será que ele vai conseguir?

Imagine você com cinco anos, vivendo em um quarto, dormindo no guarda-roupa e contando quantas vezes a cama rangeu antes de tudo ficar no completo silêncio. Apavorante? Esse é o Velho Nick que vem visitar a Mãe todas as noites. O livro é narrado pelo Jack e é impossível você não se jogar na trama. Adoro crianças e seus jeitos de falarem, e meu carinho pelo Jack é do tamanho do Quarto, e se o Quarto é o mundo, então é bastante não é?

A leitura é do estilo “taquicardia” você torce para que o plano de fuga dê certo, você torce para que o Velho Nick morra, você sente dó do Jack o livro in-tei-ro, é realmente fascinante. A narrativa fez me sentir meio incapaz. O Jack é tão inocente que você fica angustiado. Acho um amor quando o Jack comenta “O pênis bobo está sempre em pé de manhã, eu empurro ele pra baixo.” Como não amar? 

A Mãe é realmente “A Mãe”. O amor dos dois é muito lindo, toda a rotina que eles cultivam no Quarto, as brincadeiras com as coisas mais simples, as histórias que ela conta, toda uma preocupação para criar o filho saudável. Sem expor a realidade apavorante que eles vivem, sem deixar o Velho Nick tocar em um fio de cabelo do pequeno Jack. “Quarto” é o tipo de livro que você quer emprestar pro mundo todo. Você quer que todos conheçam, que todos chorem e sorriam o lendo, que todos tenham o enorme prazer que é conhecer a estória de Jack.

WalmartBR

Recomendados para você

Deixe seu comentário

1 Comentário

  • GonçalvesSue
    03 fevereiro, 2014

    Li a sinopse desse livro na pré-venda e me chamou a atenção, ainda não tive a oportunidade de ler, mas a sua resenha so me encorajou a compra-lo..