Últimas Notícias

News
Recentes

Editora Galera Record lança box de livros LGBT intitulado de “Kit Gay”

News
Recentes

Com Sandra Bullock, adaptação de “Caixa de Pássaros” chega à Netflix

News
Recentes

Darkside Books e Marvel lançam “N”, de Stephen King

americanas.com

[Resenha] O Pacto – Joe Hill

Publicado em 14 fev, 2012
O Pacto – Joe Hill
Editora Sextante
ISBN: 9788599296882
Ano: 2010
Páginas: 320
Página do livro no skoob
Classificação: 

Ignatius Perrish sempre foi um homem bom. Tinha uma família unida e privilegiada, um irmão que era seu grande companheiro, um amigo inseparável e, muito cedo, conheceu Merrin, o amor de sua vida. Até que uma tragédia põe fim a toda essa felicidade: Merrin é estuprada e morta e ele passa a ser o principal suspeito. Embora não haja evidências que o incriminem, também não há nada que prove sua inocência. Todos na cidade acreditam que ele é um monstro. Um ano depois, Ig acorda de uma bebedeira com uma dor de cabeça infernal e chifres crescendo em suas têmporas. Descobre também algo assustador: ao vê-lo, as pessoas não reagem com espanto e horror, como seria de esperar. Em vez disso, entram numa espécie de transe e revelam seus pecados mais inconfessáveis. Um médico, o padre, seus pais e até sua querida avó, ninguém está imune a Ig. E todos estão contra ele. Porém, a mais dolorosa das confissões é a de seu irmão, que sempre soube quem era o assassino de Merrin, mas não podia contar a verdade. Até agora. Sozinho, sem ter aonde ir ou a quem recorrer, Ig vai descobrir que, quando as pessoas que você ama lhe viram as costas e sua vida se torna um inferno, ser o diabo não é tão mau assim.

Resenha:

Tinha muitas expectativas enquanto a este livro,me tornei fã do Joe Hill ao ler “A estrada da noite” e aguardava um super terror em “O pacto”, mas esse terror esperado não veio. O livro narra a estória de Ig, que acorda com chifres na cabeça após uma noite de bebedeira,sem se lembrar de nada. Por um lado eu achei os chifres até legais, calma que vou explicar.

Os chifres despertavam o pior das pessoas e com isso todos que viam Ig revelavam seus segredos mais obscuros e tudo que realmente pensavam sobre qualquer assunto.Não é o máximo? Você saber o que realmente pensam sobre você? Não sei se estaria preparado,mas seria interessantíssimo,saber quem te ama de verdade,quem é falso,quem mente,quem esconde coisas importantes,quem guarda rancor,quem te odeia. Mas o fato de você virar o diabo pra ter essa regalia não é muito legal eu diria.

Ig namorava Merrin,que foi morta e estuprada em circunstâncias misteriosas.Claro que todos acham que Ig fez isso, que Ig é um monstro, mas nada é provado, nem desmentido. As confissões que Ig arranca das pessoas sem fazer esforço algum são simplesmente incríveis. Ele descobre que todos os seus familiares o acham culpado pela morte de Merrin, eu sinceramente fiquei com muita pena dele nessas confissões.Você ouvir da sua própria mãe que ela prefere a morte que vê-lo novamente, é arrebatador.

O grande dilema do livro é o seguinte. O irmão de Ig, o Terry, sabia o tempo todo quem era o assassino de Merrin e nunca havia contado, mesmo o irmão sendo acusado inocentemente. Ig só descobre com a ajuda dos chifres. E vocês vão ficar chocados quando descobrirem quem é. Eu fiquei. Muito. Quando Ig descobre ele vai tentar se vingar. E nem esperem um terror de dar medo e arrepios, o “diabo” é só um plano de fundo pra mostrar o quanto os seres humanos conseguem ser piores que o próprio. E como conseguem.  Algumas partes do livro tem um apelo sexual na linguagem, o que deixa até mais interessante.

Voltamos ao passado dos personagens em certos pontos do livro,então acaba que meio “jovem” o enredo,descrevendo as aventuras de Ig,do estilo estourar coisas com bombas só por diversão. Basicamente “O Pacto” é um romance vingativo. Eu até quase chorei no finalzinho com uma carta da Merrin,muito linda. Super recomendo a leitura, eu não consegui imaginar até que ponto tudo iria chegar,adorei o Ig, e apesar dele ser o diabo no livro, ele não foi o responsável pelas coisas mais absurdas da trama.

Em matéria de maldade, quem é pior, o homem ou o diabo?

Felipe Miranda

Felipe Miranda

Sou redator, produtor de conteúdo, freelancer 24h e quase jornalista. Não consigo ficar quieto. Criei o OMD aos 15 anos e de lá para cá já vivi um mundo inteiro de histórias malucas (sem nem sair de casa).

WalmartBR

Recomendados para você

Deixe seu comentário

2 Comentários

  • Thales
    14 setembro, 2013

    Ansioso demais pra ler esse livro! *–*
    Parabéns pela resenha, muito boa!

  • Jéssica Coelho
    04 julho, 2013

    Também gostei dessa coisa dos chifres e tal… Mas não sei, o livro não me agradou totalmente, acho que esperava mais a partir dessa sinopse… Mas a história prendeu, achei razoavelmente bom.